quinta-feira, abril 06, 2006

Com flamenco na veia


O Flamenco é uma arte do sul de Espanha, nomeadamente da Andaluzia. Divide-se em três partes que são o canto, o baile e a guitarra. As primeiras informações acerca desta forma de cultura datam do ano de 1774, quando Cadalso escreveu as "Cartas Marruecas" e atribui as culpas aos ciganos por esta peculiar forma de manifestação social e cultural.
Séculos depois, pelo ano de 2002, a transformação dá-se, e o flamenco reinventa-se! Surgem uns malaguenhos que fundem o flamento gitano com o chillout moderno. O resultado é "Flamenco Chill". Oito temas originais inseridos numa colectânea de música de inspiração flamenca. Daí saem grandes hinos como "Instinto Humano" e "Verde Mar".
De imediato são considerados os pais do FlamencoChill, em que as notas do flamenco se mesclam com os sons e ambientes do chillout e lounge. Impulsionados pelas mais de 90.000 cópias do primeiro álbum, partem para uma nova obra-prima. Finalizado em 2004, sai ao mercado "Endorfinas en la mente".
O que outrora foi um projecto arrojado e arriscado, passou com segurança e mestria a ser uma orientação na música electrónica actual. Melodias com raiz, elegância e frescura, tradição e modernidade. O fantástico "Ahí estás tu" imortalizou-se através de publicidades, colectâneas e expansão radiofónica! Como sempre o será, a música de novo demonstra como pode ser intemporal e se adapta sem pudores às novas exigências e modas. Atenção às vozes de Eva Jimenez e de Mari, cristalinas e limpas como as águas da costa andaluza. Realce para a continuidade dada em 2005 com o mais recente álbum da carreira dos Chambao "Pokito a poko". Em breve, e no seguimento da musica electrónica de fusão, o devido realce ao nosso projecto nacional e original Chillfado.

1 comentário:

Marco Badalo disse...

Parabéns, Fly. Boas malhas, bem alinhadas e excelentes comentários aos trabalhos musicais. Enfim um programa de eleição. Continua!

Um grande abraço,

Marco